arquivo

Arquivo mensal: maio 2015

buñuel

A vaca veio falar com meu pai. Ele a recebeu em seu escritório. A vaca falava com voz rouca, em seu nome e em nome de outras vacas.

Recordou o dia gelado em que nascera, a mãe que lhe banhava e deu-lhe o leite, o ciclame que trouxera nas têmporas ao nascer, como reflexo de sua triste sina, da faca.

Lá fora estão o Jasmim do Paraguay, todo salpicado de azul, açúcar e orvalho, e as tartarugas andando imóveis sob o prato, sérias e despreocupadas.

A vaca falava com voz rouca em seu nome e em nome de outras vacas. Papai olhou seu áspero casaco e os sapatos redondos e naturais.

Mamãe e suas primas se juntaram para escutar.

A vaca olhou papai com olhos cor de água.

Papai baixou os seus sem prometer-lhe nada.

***

La vaca vino a hablar con mi padre. Él la recibió en su escritorio. La vaca hablaba con ronca voz, en nombre de sí

y de las otras vacas.

Recordó el día de hielo en que nacía, la madre que la bañaba y le dio la leche, el cyclamen que trajo en las sienes al nacer, como reflejo de su sino triste, del cuchillo.

Afuera están el Jazmín del Paraguay, todo nevado de azul, azúcar y rocío, y las tortugas andando inmóviles bajo el plato, serias y despreocupadas.

La vaca hablaba con ronca voz, en su nombre y en el de las otras vacas. Papá le miró el áspero mantón y los redondos zapatos naturales.

Mamá y sus primas se asomaron a escuchar.

La vaca miró a papá con ojos color de agua.

Papá bajó los suyos, sin prometerle nada.

marosa di giorgio | uruguay | tradução: jussara salazar

img. luís buñuel

Anúncios

sem-estilo

Imagem

1

Antes que sua filha de cinco anos

se perdesse entre a sala de jantar e a cozinha,

ele advertira-lhe: “- Esta casa não é grande nem pequena,

mas ao menor descuido se apagarão os sinais da rota

e desta vida por fim, haverás perdido toda esperança”.

2

Antes que seu filho de 10 anos se perdesse

entre o banheiro e o quarto de brinquedos,

ele advertira-lhe: “ – Esta, a casa em que vives,

não é larga nem fina: só fina como um cabelo

e larga talvez  como a aurora,

porém ao menor descuido esquecerás os sinais da rota

e desta vida por fim, haverás perdido toda esperança”.

3.

Antes que “Musch” e “Guba”, os gatos da casa,

desaparecessem no living

entre umas almofadas e um Buda de porcelana,

ele advertira-lhes:

“ – Esta casa que dividimos durante tantos anos

é baixinha como o solo e tão alta ou…

Ver o post original 477 mais palavras